terça-feira, 19 de abril de 2011

Torta de repolho e sardinha quase igual a bacalhau

Torta de repolho e sardinha


Talvez ela ficasse mais parecida com um pouco de bacalhau desfiado e assado, não fosse o limão que acompanhava as latinhas que usei para fazer o suflê torta de repolho com sardinha. Ficou uma delícia,  bem leve, salvo que deixei passar um pouco o tempo de forno e corou demais de um lado. Vou fazer novamente e aí uso sardinha sem adição de nada, a não ser o óleo ou água.Depois digo aqui como ficou.

Aprendi essa torta com a minha colega de aula de cupcake, a Cristina de Blumenau, mas que veio de Minas Gerais, ela tinha mesmo aquele sotaque agradável dos mineiros. Lembrei da comida maravilhosa daquela terra. Ai!

Deixo aqui a receitinha que ela me passou de cabeça, caso alguém queira arriscar o preparo, é bem fácil. Eu recomendo usar sardinha cozida fresca ou comprar as latinhas sem nenhum tipo de tempero adicional, além do óleo ou água, como disse acima:

Torta de repolho com sardinha (lembra bacalhau, se você não disser nada aos seus convidados)

1/2 repolho cortado bem fininho
3 latinhas de sardinha conservadas no óleo ou na água
4 gemas
4 claras
100g de parmesão ralado
1/4 de cebola picada
2 dentinhos de alho
3 colheres de manteiga ou 4 colheres de azeite de oliva (para refogar a cebola e o alho)
sal a gosto 
 e opcional uma pitada de noz moscada raladinha na hora, que dará um toque diferente ao prato

Preparo:
Refogue a cebola na manteiga, acrescente o alho quando a cebola estiver transparente, frite mais um pouco e coloque o repolho e refogue de 7 a 10 minutinhos ou até ele murchar na panela, fica a seu critério. Reserve até que esfrie e aí então acrescente as gemas, uma a uma e as sardinhas. Misture bem e acrescente o parmesão ralado. Bata as claras em neve e envolva na mistura. Decore com mais parmesão ralado e orégano esfregado na mão para soltar o aroma. Asse em forno baixo (180ºC) por uns 20 minutos. Tudo depende de cada forno. 

Esse da foto passou um tempo extra no forno e ficou mais coradinho. A Cristina me disse que fazer com atum não dá muito certo não, mas quem sabe com atum fresco refogado fique bem ou aquela tilapia paradona na geladeira, hein?

Eu já comi quase tudo, fica bem com uma salada de alface e arroz fresquinho. Bom apetite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário